Nosso propósito é prover soluções para problemas complexos.

Mas o que são problemas complexos?

O Fórum Econômico Mundial, organização sem fins lucrativos, destaca, em seu relatório anual, profissões que serão muito demandadas pelo mercado até 2022, além de ocupações que estão surgindo com as novas tecnologias.

Em seu relatório anual, o Fórum Econômico Mundial aponta previsões sobre as principais profissões em alta e emergentes, além de alguns aspectos que marcarão o futuro do mercado de trabalho. Com sede na Suíça, a organização (em inglês, World Economic Forum) não tem fins lucrativos e promove reuniões anuais para engajar líderes em relação a temas econômicos, como reformas e propostas.

Com base em uma pesquisa extensiva com chefes executivos e de recursos humanos de grandes empresas globais, o Fórum Econômico Mundial coletou os dados que o relatório Future of Jobs 2018 contempla. Entre as descobertas sobre as profissões em alta, a organização destaca que as expectativas são, em maior parte, otimistas. Isso porque as ocupações emergentes e crescentes devem compensar os empregos que estarão em declínio.

“Em todas as indústrias, até 2022, o crescimento em profissões em ascensão está definido para aumentar a sua quota de empregos de 16% para 27% (11% de crescimento)do total de empregados dos respondentes, Enquanto a parte de empregos de ocupações em declínio diminuirá de 31% para 21% (10% de declínio).”